Dia da Mãe!

Há coincidências poéticas, como esta, em que o Dia da Mãe se celebra em plena Festa da Flor. Por vezes, os acasos são reveladores, ligam sentidos e sentimentos, contam uma história. Que as mães tragam sempre flores no seu regaço. E plantem outras em cada lugar onde morre a esperança. 

Hoje, é com as mães que contamos. Amanhã também; porque todas as ligações começam com elas.

Feliz Dia da Mãe!